Notícias
A secretaria municipal de obras do município de Barra Longa prossegue em ritmo acelerado serviços de roçamento e patrolamento das estradas vicinais, garantindo mais acessibilidade , escoamento das enxurradas e maior integração entre as comunidades e a sede do município.
A administração municipal trabalhando pelo povo, com recursos próprios, adquiriu um aparelho de Rx que em breve estará funcionando em benefício da saúde da população barralonguense, nas futuras instalações da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).
A Rua Sinval Caetano no coração da Volta da Capela está um verdadeiro canteiro de obras que visam a melhoria da infraestrutura urbana daquele querido bairro barralonguense, com um serviço de grande qualidade, a administração municipal realiza o sonho antigo dos moradores que é o calçamento das ruas em bloquete e reconstrução de meio-fios. Definitivamente em barra Longa é assim: A prefeitura não pára de trabalhar !!
Quatro meses depois do rompimento da barragem de Fundão, da Mineradora Samarco, que destruiu distritos e afetou mais de 30 cidades ao longo do Rio Doce, ainda há lama sendo despejada na região. O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) tem colhido amostras pra avaliar a turbidez que indica a presença de partículas em suspensão na água. A última análise é do dia 25 de fevereiro. O Rio Piranga, que junto com o Rio do Carmo formam o Rio Doce, não recebeu rejeitos de minério. O índice está dentro do limite considerado normal. Mas no Rio do Carmo, a turbidez chega a ser 23 vezes maior do que o padrão recomendado. Nos rios mais próximos da barragem que se rompeu e que passam pelos vilarejos destruídos pela lama, os moradores ainda não sabem quando a água vai voltar a ser como era antes da tragédia.…
As famílias de distritos de Mariana, na Região Central de Minas Gerais, afetados pelo rompimento da barragem da Mineradora Samarco, cujas donas são a Vale e a BHP Billiton, devem começar a receber as doações feitas em dinheiro a partir do dia 23 de março. A previsão é do Ministério Público Estadual (MP) que assinou nesta sexta-feira (11) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o município e com a comissão de representantes dos atingidos. O acordo prevê que a distribuição do dinheiro seja feita em duas partes. A primeira delas trata da entrega de R$ 800 mil arrecadados pela Prefeitura de Mariana às famílias. Elas serão cadastradas pela própria comissão de representantes dos atingidos, segundo o MP. A segunda fase vai tratar do valor restante existente nas contas bancárias em que as doações foram depositadas. O objetivo é atender, na segunda etapa, famílias que, porventura, não tenham sido…
Página 5 de 6